Suficiente

outubro 1, 2012 Deixe um comentário

Engraçado como a vida é.  Tudo pode mudar a qualquer hora. O que antes era estável, confiável e pleno se torna vazio. O que era pra sempre, dura apenas cinco minutos (com sorte). As amizades vêm, e com a mesma facilidade, se vão. Os momentos passam. A vida acontece.

Pensar assim pode ser extremamente melancólico. Pensar assim pode levar alguém à loucura, ao desespero completo e total.

Como é limitada a nossa visão.

As pessoas sofrem por tantas coisas.

Perdemos a essência.

Nos esquecemos do essencial. Buscar o reino de Deus e deixar as coisas serem acrescentadas, por exemplo.  Se de fato, vivêssemos em total confiança de que o Espírito Santo é, de fato, onipotente, oniciente e onipresente, que sua mão não foi encurtada para que  salvasse, e não é homem para que pudesse mentir, talvez não houvesse tantas crises existenciais.

A verdade é que Deus continua a ser Deus, independente do que possamos achar. Cabe a nós acreditar que, mesmo em meio a tanta coisa, tanto sofrimento, Ele ainda pode nos conduzir à verdadeira e profunda paz. Alegria. Amor. Não é preciso mais nada.

Quando vivemos um real relacionamento com Deus Pai, Filho e Espírito vivemos sem nada a perder. Vivemos sabendo que, não importa a situação, existe razão para sorrir.

Existe motivo para viver. Existe alegria suficiente para continuar a andar.

    Quando o resto fica em segundo plano e Deus em primeiro,  tudo passa a fazer sentido.

Deixe o Amor de Jesus ser suficiente. Acredite, é tudo que você precisa. Assim, o mundo pode virar de cabeça pra baixo e você ainda vai ter motivo para se alegrar nEle, apesar de qualquer circunstancia.

Prédios Inacabados

agosto 19, 2012 1 comentário

Engraçado como nos acostumamos com os exteriores, com as calçadas mal cuidadas, as árvores esquecidas. Precisei de alguém de fora para me mostrar como minha cidade poderia ser completamente linda: mas ainda não é.

Tem todo o potencial: Casas coloniais, praças, verde, montes. Alguns lugares ainda são de tirar o fôlego. Mas não todos. Tem o cheirinho de pao-de-queijo quentinho e cafezinho fumegante. Tudo de bom.  Mas também tem faltas….faltas de calçadas apropriadas, falta manutenção  de prédios antigos, falta tanta coisa.

Daí, andando por ai me bateu: Como Deus nos vê como cidades? Como prédios? Puff. Tudo começou a surgir na minha mente.

Somos pessoas- prédios que fazemos parte de uma igreja-cidade. Hum, você já deve saber onde quero chegar, não é mesmo? Pois é. Imagine Deus andando pela igreja-cidade. Ele passa pelos bairros mais nobres, sorri. Casas bem construídas, ventinho fraco nem vento fortão derruba nada ali não. Casas bonitas…As vezes vazias. Casas destruídas que foram construídas em lugares estratégicos mas que agora, perderam todo foco.

Daí me pergunto:  Que prédio tenho sido? Será que as pessoas que visitam essa nossa cidade tem vontade de ficar aqui e conhecer o arquiteto? Tudo foi muito bem planejado. Mas o descaso dos moradores muitas vezes gera ruínas, destrói o belo, esquece o propósito de cada lugar.

Uma cidade é feita para ser habitada, para abrigar a população. Mas quem vai querer ficar em um lugar em que tudo é tão desorganizado?

Ouvi uma musica um dia desses. Ensinava como as vezes ao invés de levarmos as pessoas pro céu com nosso testemunho encaminhamos as mesmas direto para o lado contrario. Falta de manutenção. Falta de organização. Falta de união.

Como salvar o mundo se meu prédio está caindo? Hum. Existe um Arquiteto que te planejou com um propósito maravilhoso, que tem portas, molduras e pisos que você nunca nem imaginou ter. Deixe Ele te mostrar a planta que foi criada no começo. Deixe Ele te deixar pronto. Limpo. Parte de uma cidade completa.

Deixe Ele trabalhar em você, não adianta tentar abrigar o mundo debaixo de colunas rachadas.

Assim, daqui algum tempo você verá que suas luzes internas salvam gente em cidades escuras.

Ela

julho 3, 2012 Deixe um comentário

Ela toca seus pés. Sente percorrer pelo corpo uma onda de paz: a graça é suficiente.

Ela havia pecado. Sua culpa era pesada. Homens se reuniam a sua volta com pedras nas mãos, sua morte seria dolorosa, mas nem a dor seria suficiente para matar o que a corroía por dentro.

Ele apenas desenhava com os dedos na terra vermelha. Ela sabia que a morte lhe era merecida.

Ele via além.

“Aquele entre vocês que não tem pecado, jogue a primeira pedra”.

Ele era verdadeiramente o único que poderia apedrejá-la, mas não segurava pedra alguma nas mãos.

Deus não está preocupado com o tamanho dos nossos erros. Ele vê além. Ele sabe que o tamanho dos nossos pecados não se compara a vida que teremos n’Ele.

Ele nos amou de tal maneira que se ofereceu para pagar o nosso preço de morte, e nos dar vida, vida em abundancia.

O que Ele sonha para você é muito maior do que qualquer dor, passado, pecado que você já tenha um dia carregado.

Largue tudo aos pés da cruz. Acredite no poder do sangue de Jesus. Sinta o seu amor. Deixe Ele guiar.

Ela ergueu os olhos, e fitou os d’Ele. Lágrimas rasgaram a pele, ela era livre. Liberdade imerecida, liberdade dada através da graça. Ele a olhava com amor, com esperança.

Ele a esperou por muito tempo. E esperaria o tempo que fosse necessário. E hoje o céu sorriria com mais uma filha resgatada.

Acredite no poder do amor de Deus por você.

Escolhas

abril 8, 2011 1 comentário

Agimos porque decidimos assim agir. Quais têm sidos suas escolhas?

No final do dia como está o seu espírito?

Categorias:Sem categoria Tags:, ,

No ar

abril 7, 2011 Deixe um comentário

 

Um dia desses acordei leve. Não lembrava por quê, estava atrasada, e se levasse mais dois segundos se quer para refletir sobre o assunto levaria mais mil anos para chegar ao trabalho.

Sabe quando tudo parece flutuar? Pois é. Foi assim. No meio da tarde, de volta ao lar doce lar, sentei no sofá. Fechei os olhos. A sensação ainda estava lá, vibrando dentro de mim.

Eu corria. Corria, fugia. Vi uma escada, longa a minha frente. Eu tinha que sair dali, não sabia como. As lágrimas quentes machucavam contra a pele seca. Eu estava perdida. Sozinha. Ao chegar aos pés da escada, pensei em me jogar. Queria acabar logo com aquilo.

Não tinha tempo para pensar, pulei.

Sentindo o ar correr pelo corpo, orei.

“Deus, me abraça”. Nunca acreditei tanto em uma oração como acreditei nesta, no meu sonho.

Senti uma onda se confundir com meu corpo, ainda em queda. Algo me sustentava. Me segurava, trazia calma.

Ouvi uma voz, suavemente, “ Não há momento em que não te abraçarei”.

O que eu sentia no sonho, ainda sinto hoje. Deus não se esquece, Deus não vai embora, Deus não desiste, independente da situação.

E o que eu mais amo nisto tudo? Ele está sempre pronto pra me abraçar.

Categorias:Vivendo com Ele C=

God’s Pie

maio 26, 2010 3 comentários

A Torta de Deus…

Prioridades…

Que “pedaço” você tem oferecido? Pense bem antes de responder. =D. eu levei muito tempo…

O que é a Igreja?

maio 26, 2010 Deixe um comentário

Muitas vezes temos a imagem errada do que é a Igreja de Jesus.

Mesmo crescendo em um lar cristão, só fui me converter quando tinha doze anos. E uma das primeiras e mais marcantes lições que aprendi foi sobre o que é a Igreja.

Eu o ouvi pregar isto muitas vezes. Para mim, eram palavras deliciosas, construíam a imagem do que eu aprendera a amar mais: Jesus.

“A Igreja não são as paredes” – ele dizia.

“A Igreja não é o meu paletó”.

“A Igreja, meu irmão, é você. Você pode estar no campo. Suas paredes serão as montanhas, seu teto, o céu. Se você esta no campo, a Igreja também está”.

“A Igreja sou eu.”

“A Igreja é você.”

“A Igreja somos todos nós, que vivemos para Ele, e através Dele.”

“Sem a presença do Espírito Santo, somos apenas pessoas, dentro de prédios vazios”.

– Palavras que ouvi de meu pastor, nos primeiro anos de convertida. Acredite: isso participou profundamente da formação de quem hoje eu sou.

O vídeo abaixo é uma ótima ilustração da Igreja. Peguei no Orkut de um amigo – O Rafa =D Assista você vai gostar.